Apresentação

Caros leitores, esse blog foi criado com intuito de compartilhar informações sobre: Contabilidade, Gestão financeira, Auditoria, Economia, Controladoria e Empreendedorismo.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Artigo: Limites superior e inferior para anuidades e seguros de vida a partir de dados incompletos sobre mortalidade.


O objetivo deste estudo foi estabelecer limites superior e inferior para o valor presente esperado de anuidades vitalícias e seguros de vida inteira a partir de dados incompletos sobre mortalidade, generalizando resultados anteriores sobre expectativa de vida. Desde seu surgimento, no século XVII, a ciência atuarial se dedica ao estudo de anuidades e seguros. Assim, estabelecer intervalos que propiciam uma ideia inicial sobre o custo desses produtos a partir de dados incompletos sobre mortalidade representa uma contribuição teórica para a área e isso pode ter importantes aplicações em mercados sem registros históricos ou com pouca confiabilidade dos dados sobre mortalidade, bem como em mercados novos ainda pouco explorados. Foram construídos, para o caso contínuo e o discreto, limites superior e inferior para o valor presente esperado de anuidades vitalícias e seguros de vida inteira, contratados por uma pessoa de idade x, a partir de informação sobre o valor presente esperado desses respectivos produtos financeiros subscritos por uma pessoa de idade x + n e a probabilidade de um indivíduo de idade x alcançar com vida a idade x + n. Por meio dos limites de uma anuidade contínua, em um ambiente em que a taxa instantânea de juros é igual a zero, os resultados apresentados também estabelecem limites para a expectativa completa de vida, o que implica que a contribuição desta pesquisa generaliza resultados anteriores da literatura. Constatou-se, ainda, que, tanto para anuidades quanto para seguros, o tamanho dos intervalos construídos cresce com aumentos do tamanho da lacuna de dados e diminui à medida que a curva de sobrevivência se torna mais retangular. Ilustrativamente, limites para a expectativa de vida aos 40 anos e aos 60 anos, para os 10 municípios com maior expectativa de vida ao nascer no Brasil no ano de 2010, foram construídos a partir de dados disponíveis no Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil.

Autor:
SOUZA, Filipe Costa de.

Veja:
http://www.scielo.br/pdf/rcf/v30n80/pt_1808-057X-rcf-1808-057x201807320.pdf

Artigo: A última chance para o big bath_ o gerenciamento de tributos diferidos com base no IAS 12 em empresas brasileiras de capital aberto.

CPC 32/IAS 12 – Tributos sobre o Lucro: diferimento da despesa
O presente estudo investiga se as empresas de capital aberto brasileiras gerenciam os tributos diferidos em direção a uma estratégia de big bath. O "big bath” earnings management é uma estratégia na qual as empresas reconhecem elevados valores de perdas não recorrentes. O estudo obtém resultados originais que suportam a hipótese do big bath com base no CPC 32/IAS 12. As despesas de tributos diferidos representam uma forma conveniente de reduzir os resultados, por conta de sua subjetividade e sua tempestividade. O estudo propõe uma estratégia específica de investigação para a análise do excesso de tributos diferidos, que é baseada na elevada homogeneidade de ambas as normas contábeis e a legislação tributária nas empresas de capital aberto brasileiras. Essa análise provê novas evidências de ajustes de big bath que não foram encontradas pela literatura contábil atual. O estudo analisa 226 empresas de capital aberto brasileiras no período de 2011-2015 e constrói um modelo linear para a estimação do excesso de tributos diferidos, o qual é baseado na independência condicional entre tratamento-efeito decorrente das exigências constantes na norma contábil CPC 32/IAS 12. A análise segue a abordagem convencional dos mínimos quadrados com variáveis de controle como a análise principal. O estudo aplica a abordagem de dois estágios para o controle de possível viés de variável omitida. Foram encontrados indícios de que empresas de capital aberto brasileiras gerenciam tributos diferidos em direção a uma estratégia de big bath. Os resultados indicam que as empresas com prejuízos divulgam um excesso significativo de despesas de tributos diferidos, e esse excesso é positivamente relacionado ao crescimento dos prejuízos.

Autores:
RATHKE, Alex A. T.
REZENDE, Amaury José
ANTONIO, Rafael Moreira  e  
MORAES, Marcelo Botelho C..

Veja:
http://www.scielo.br/pdf/rcf/v30n80/pt_1808-057X-rcf-1808-057x201806340.pdf

Artigo: Fatores relacionados à liquidez estrutural dos bancos no Brasil.


O trabalho teve por fim identificar a relação do índice de liquidez estrutural (ILE) com variáveis macroeconômicas, características dos bancos e vigência do Acordo de Basileia III. Embora a discussão acadêmica sobre liquidez bancária aborde essencialmente questões de curto prazo, o monitoramento da liquidez de longo prazo permite avaliar a dependência excessiva de recursos instáveis pelos bancos e, assim, contribuir para mitigar os riscos de crises sistêmicas de liquidez, como a de 2008. Ao fornecer evidências das relações do ILE com variáveis explicativas selecionadas, o estudo insere-se no contexto das deliberações do Acordo de Basileia III, que preveem cumprimento, a partir de 2018, da exigência regulamentar do índice de liquidez (IL) de longo prazo. O modelo foi formulado com base em 14 hipóteses de pesquisa testadas por meio de regressões com dados em painel agrupadas, estimadas por mínimos quadrados, mínimos quadrados com efeitos fixos e mínimos quadrados em dois estágios com efeitos fixos. A variável dependente foi construída a partir de dados contábeis de 184 conglomerados e instituições financeiras individuais existentes no país entre junho de 2002 e dezembro de 2014. O ILE apresentou relação positiva com as variações da taxa de câmbio, reservas internacionais e depósitos compulsórios, além da rentabilidade, tamanho e especialidade principal das instituições. Foi encontrada relação negativa do ILE com as variáveis taxa básica de juros, risco-país, saldo da balança comercial, período de vigência do Acordo de Basileia III, tipo de controle do capital (público ou privado) e terem ou não capital aberto, com ações listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA). A validação da relação dessas variáveis explanatórias com o ILE fornece uma compreensão mais ampla dos riscos aos quais instituições financeiras estão expostas, contribuindo para a análise preventiva do risco de liquidez bancária - indicador antecedente de crises financeiras, de perda de confiança e de instabilidade econômica.

Autores:
CARDOSO, Vanessa Rodrigues dos Santos
CAMPOS, Lorena Almeida
DANTAS, José Alves  e  
MEDEIROS, Otávio Ribeiro de.

Veja:
http://www.scielo.br/pdf/rcf/v30n80/pt_1808-057X-rcf-1808-057x201806350.pdf

Artigo: Reação do mercado de ações a eventos de fusões e aquisições bancárias no Brasil_ análise dos efeitos de aquecimento do mercado.

O objetivo deste estudo é investigar a reação do mercado de ações a eventos de fusões e aquisições (F&A) de bancos no Brasil ocorridos em momentos de aquecimento do mercado. Este artigo visa preencher a lacuna de pesquisa sobre F&A bancárias e seus efeitos, em especial aquelas advindas de ondas de F&A. Esse campo se encontra aberto na literatura; não existe consenso quanto à esperança do investidor aos retornos anormais oriundos desse mecanismo. A noção de que os mercados de F&A bancárias se aquecem é discutida e ainda não apresenta consenso na literatura. Por isso, temas que envolvem pesquisas nas estratégias específicas de F&A e seus efeitos são interessantes para a literatura. Os resultados desta pesquisa apontam para o surgimento de retornos anormais acumulados positivos para bancos rivais dos recém-fusionados adquirentes e nulos para bancos adquiridos. Essa análise ocorre porque, em mercados aquecidos, a probabilidade de os bancos rivais envolverem-se em F&A aumenta, acarretando ganhos de mercado e maior poder de mercado para os bancos adquirentes e pela rápida precificação dos ativos dos bancos adquiridos. Esse resultado corrobora a análise pós-fusão, em que os indicadores de desempenho contábil dos bancos adquirentes são positivos. A reação do mercado foi apurada por meio da técnica econométrica de estudo de eventos aplicada na investigação da ocorrência de retornos anormais em janelas de tempo de até 41 dias em torno dos eventos de F&A de bancos. O estudo mensurou a reação do mercado de ações a uma motivação para as F&A, sendo essa o efeito das ondas de F&A. Este artigo contribui para a literatura por evidenciar formas específicas de F&A de bancos. Em especial, é abordada a lógica de fusão por forças de mercado. Esse mecanismo de fusões por forças de mercado apresenta-se por evidenciar o caráter de tendência de F&A e não por ganhos integralizados.

Autores:
 
Veja:

Artigo: Ciclos econômicos e estratégias de gerenciamento de resultados contábeis_ um estudo nas companhias abertas brasileiras,.

ciclo econômico
Este estudo contribui para a literatura que trata da influência de fatores macroeconômicos sobre a qualidade das informações contábeis, pois analisa as estratégias de gerenciamento de resultados contábeis das firmas, identificando, especificamente, comportamentos discricionários distintos entre os ciclos econômicos: 1) níveis diferentes de gerenciamento de resultados por meio de accruals entre as fases do ciclo econômico e 2) trade-off entre gerenciamento de resultados por meio de accruals e de atividades operacionais reais. Os resultados indicam que as informações contábeis reportadas devem ser analisadas com maior cautela por seus usuários, principalmente em períodos de grandes oscilações econômicas, quando os gestores podem aumentar ou reduzir o comportamento oportunístico. A população da pesquisa compreendeu as companhias não financeiras com ações negociadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA) e a amostra foi composta por 247 firmas-ano referente ao período de 2000 a 2015, totalizando 2.501 observações. As fases dos ciclos econômicos foram utilizadas como proxy para o ambiente econômico e basearam-se no estudo de Schumpeter (1939), que divide um ciclo econômico em quatro fases distintas: expansão, recessão, contração e recuperação. Os accruals discricionários foram estimados conforme os modelos Pae (2005) e Paulo (2007). O gerenciamento de resultados contábeis por meio das decisões operacionais foi estimado conforme descrito por Roychowdhury (2006), sendo utilizados apenas os comportamentos anormais dos custos de produção e das decisões operacionais. Os resultados evidenciam que as estratégias de gerenciamento de resultados contábeis, seja por meio dos accruals discricionários ou pelas decisões operacionais, bem como a escolha dentre essas estratégias, são impactadas pelo ambiente econômico. As evidências sugerem que os gestores têm comportamento oportunístico diferente em cada fase do ciclo econômico. Especificamente, aumentam o nível de accruals discricionários na fase de contração e reduzem na recuperação, enquanto gerenciam os resultados para baixo pelas decisões operacionais nas fases de recessão e contração.

Autores:
PAULO, Edilson  e  
MOTA, Renato Henrique Gurgel.

Veja:
http://www.scielo.br/pdf/rcf/v30n80/pt_1808-057X-rcf-1808-057x201806870.pdf

quarta-feira, 3 de julho de 2019

Artigo: Modelagem da volatilidade condicional incorporando o período não regular do pregão ao modelo APARCH.

                      Palestra discute modelagem de volatilidade
O estudo busca avaliar como os períodos after-market e pré-abertura impactam a estimação da volatilidade condicional de um dia à frente. A volatilidade tem bastante destaque nos estudos de finanças, pois é parâmetro fundamental na precificação de derivativos, gestão de portfólios e de risco. Os resultados são relevantes para que agentes de investimentos possam refinar os modelos de previsão da volatilidade e obter melhores resultados na precificação de derivativos, na gestão de risco, na composição e otimização de carteiras. Utilizou-se o modelo asymmetric power autoregressive conditional heteroskedasticity (APARCH), incorporando o período after-market, o leilão de pré-abertura e o overnight total, para avaliar se eles carregam informações relevantes para a modelagem da volatilidade. Analisaram-se as 20 ações de empresas brasileiras listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA) e pertencentes ao índice Dow Jones Brazil Titans 20 ADR Index (BR Titans 20) com ADRs (American depositary receipts) listados nas bolsas de Nova York e na Nasdaq. Os resultados foram avaliados na amostra pelo critério de informação Akaike corrigido (AICc) e pela significância estatística dos coeficientes, e fora da amostra pelos critérios raiz dos erros quadráticos médios (root mean squared error - RMSE), erro percentual médio absoluto (mean absolut percentage error - MAPE), R² da regressão de Mincer e Zarnowitz e teste de Diebold Mariano. A análise não permite afirmar o melhor modelo, pois não há unanimidade entre todas as ações. Entretanto, os períodos não regulares do pregão demonstraram incorporar informações relevantes para a maior parte das ações. Ademais, os modelos que incorporaram o período pré-abertura obtiveram, em geral, resultados superiores aos demais, demonstrando que tal período carrega informações relevantes para a previsão da volatilidade condicional.

Autores:

Veja:
http://www.scielo.br/pdf/rcf/v30n80/pt_1808-057X-rcf-1808-057x201806100.pdf

terça-feira, 2 de julho de 2019

Artigo: Aderência ao programa de integridade da lei anticorrupção brasileira e implantação de controles internos.

Este estudo investiga o grau de aderência das empresas brasileiras de capital aberto aos critérios do programa de integridade estabelecido na lei anticorrupção e, ademais, avalia a relação entre esse programa e a implantação de controles internos. Diante dos escândalos contábeis e fraudes corporativas reportados em diversos países, incluindo o Brasil, aprovou-se a Lei n. 12.846, de 1 de agosto de 2013, conhecida como lei anticorrupção, e o Decreto n. 8.420, de 18 de março de 2015, que regulamentou essa lei e definiu critérios para o funcionamento de programas de integridade. Considerando que os programas de integridade podem afetar os controles internos, é relevante compreender a aderência das empresas aos parâmetros neles estabelecidos, bem como identificar controles internos deles decorrentes. Os resultados do estudo apontam que as empresas de capital aberto têm substancial grau de aderência aos parâmetros do programa de integridade. Ademais, constataram-se novos controles internos como, por exemplo, o surgimento da função compliance officer. Um questionário foi enviado para empresas de capital aberto associadas à Associação Brasileira de Companhias Abertas (ABRASCA). A amostra final foi composta por 32 empresas. A lógica paraconsistente foi aplicada para análise dos dados. Evidências obtidas na pesquisa indicam que, no Brasil, as pessoas jurídicas, especificamente as empresas de capital aberto, mostram-se aderentes à lei anticorrupção e que maiores níveis na adesão aos programas de integridade relacionam-se a maiores níveis de implantação de controles internos.

Autores:
CASTRO, Patricia Reis
AMARAL, Juliana Ventura  e  
GUERREIRO, Reinaldo.

Veja:
http://www.scielo.br/pdf/rcf/v30n80/pt_1808-057X-rcf-1808-057x201806780.pdf


Artigo: A sub-reação a recompras de ações no mercado aberto

  como funciona o mercado de capitais
Este trabalho tem como objetivo analisar o desempenho de longo prazo de uma estratégia de investimento subsequente aos anúncios de programas de recompra de ações ocorridos no mercado brasileiro entre 2003 e 2014. Recomprar ações de emissão da própria empresa é um dos mecanismos utilizados para distribuir caixa aos acionistas. Dentre os motivos que podem explicar o interesse de uma empresa em readquirir suas próprias ações estão ajustar sua estrutura de capital, reduzir o excesso de caixa, como forma alternativa ao pagamento de dividendo ou como sinalização ao mercado, a fim de reduzir a assimetria de informação entre empresa e investidores. Sendo a hipótese de sinalização de desvalorização verdadeira, investir nas ações de empresas que fazem anúncios de recompra gera retornos anormais de longo prazo. A pesquisa fornece evidências de que os anúncios de programas de recompra de ações no mercado aberto sinalizam que o preço da ação da empresa anunciante está subavaliado, sendo possível obter retornos anormais com essa estratégia de investimento. Ao mesmo tempo, os resultados são inconsistentes com a hipótese de eficiência de mercado na forma semiforte, que diz que não é possível obter retornos anormais a partir de informação publicamente disponível. Os retornos anormais foram estimados por capital asset pricing model (CAPM) e pelo modelo de três fatores de Fama e French. Adicionalmente, estimamos os resultados subdividindo a amostra entre empresas de valor e de crescimento. Carteiras formadas por empresas que anunciaram programas de recompra apresentaram retornos anormais anuais de 5,4 a 7,9% para um horizonte de investimento de até três anos após o anúncio. Os retornos anormais das empresas de valor (mais suscetíveis a recomprar ações devido à subavaliação) são de até 11,5% ao ano.

Autores:

Veja:

AVISO

As imagens publicadas nesse blog são capturadas nos sites de busca de imagens. O intuito é vincular as imagens com o texto postado - Isso facilita a sua compreensão. Se você se sentir incomodado com a publicação de alguma imagem feita (por você ou por sua instituição), basta solicitar que a retirada é feita imediatamente - ou se preferir adiciono os créditos conforme for solicitado. O uso das imagens neste blog não tem fins comerciais, mas meramente ilustrativo.



Postagens mais visitadas

Lista de postagens por assunto

Artigos (678) Vídeos (203) Contabilidade (190) Finanças (180) Empreendedorismo (170) Lideranças (169) tributário (142) Controladoria (134) Tributos (117) Comportamento (101) Motivação (84) Auditoria (83) International Financial Reporting Standards - IFRS (67) Trabalhista (64) Bancos (63) Receita Federal (63) BACEN - Banco Central do Brasil (54) Risco (47) Mudança (44) Corrupção (41) Investimentos (41) Mercado Financeiro (41) Relatório Mensal da Dívida Pública Federal (40) Crédito (39) Atitude (38) Fraude (36) Desempenho (34) Governança Corporativa (34) CVM (32) Custos (32) BM&F Bovespa (31) Fusões (30) Taxa de Juros (29) MPE - Micro e Pequena Empresa (26) Resultado do Tesouro Nacional (26) Câmbio (24) comunicação (24) CPC (23) Carreira (22) Economia Brasileira (22) Estratégia (22) Gerenciamento de Resultados (22) Microempreendedor Individual - MEI (22) SELIC (22) CFC (20) Sustentabilidade (20) Fluxo de Caixa (19) Inflação (19) Orçamento (19) Petrobras (19) Planejamento Estratégico (18) crise (18) BITCOIN (17) Inovação (17) Marketing (17) Ética (17) Burocracia e Tributos (16) Equipe (16) SPED (16) TCU (16) Contabilidade Gerencial (15) Desenvolvimento (15) Tesouro Nacional (15) Assimetria de Informação (14) Feedback (14) Lucro (14) Relatorio do Tesouro Nacional (14) video (14) Amigo Secreto (13) Ativo Intangível (13) Educação (13) Educação Financeira (13) Redes Sociais (13) BNDES (12) Bolsa de Valores (12) Criatividade (12) Gestão do conhecimento (12) Preços (12) BI - Business Intelligence (11) Crise na Europa (11) Economia (11) FMI (11) Finanças comportamentais (11) Gestão (11) IR (11) PIB (11) Valor da Empresa (11) CGU (10) Derivativos (10) Estrutura de Capital (10) Mercado de Capitais (10) Produção (10) Transparência (10) Aproveitamento do Tempo (9) COPOM (9) Comprometimento (9) Exame de Suficiência (9) Gastos Públicos (9) IASB (9) Ibovespa (9) Liquidez (9) Precificação (9) Valor de Mercado (9) Vendas (9) tributario (9) Acesso a capital (8) Carteira de Ações (8) Doação (8) FGTS (8) Finanças Pessoais (8) Indicadores (8) Livro (8) Power BI (8) Prestação de Contas - Eleições 2014 (8) Previdência (8) Startup (8) planejamento Financeiro (8) CRC´S (7) Capital Intelectual (7) Cliente (7) Dinheiro (7) Disciplina (7) Divulgação de Informações (7) Economa Brasileira (7) Ensino da contabilidade (7) Hedge (7) INSS (7) Mercado de Ações (7) Mercados Emergentes (7) Negociação (7) Oportunidades de Negócios (7) Pré-sal (7) Retorno (7) Superação (7) Volatilidade (7) contabilidade criativa (7) A crise da ciência econômica (6) Ativos Biológicos (6) Ativos intangíveis (6) Autodeterminação (6) Avaliação (6) Basiléia III (6) CAPM (Capital Asset Pricing Model) (6) Cheque Especial (6) Contabilidade Pública (6) Controle (6) Crescimento Econômico (6) Dividendos (6) Dívidas (6) Escritorio de Contabilidade (6) Estoque (6) Financiamento (6) Informação Contábil (6) Investidor (6) Meta (6) Moeda Virtual (6) Valor (6) Valor Justo (6) 2010 (5) Balanced Scorecard (5) Bel Pesce (5) Cade (5) Capital Social (5) Ciência Contabil (5) Conservadorismo (5) Crise Bancária Norte Americana (5) Crédito de Carbono (5) Declaração IR 2015 (5) Desempenho Financeiro (5) Dia do Contador (5) Disclosure (5) Docentes (5) Eficiencia de Mercado (5) Foco (5) Fortunas (5) Gestão de Risco (5) ICMS (5) LRF (5) Lavagem de dinheiro (5) Meio Ambiente (5) Prêmio Nobel (5) Reflexão (5) Relatórios Financeiros (5) Restituição do IR de 2009 (5) Salário Mínimo (5) Simples (5) Sistema Financeiro Nacional (5) Stephen Kanitz (5) Supersimples (5) A Economia de Consumo (4) Análise Técnica (4) Análise de Mercado (4) Aposentadoria (4) Aprendizado (4) Avaliação de empresa (4) Banco Central do Brasil (4) Banco do Vaticano (4) Basiléia II (4) CMN (4) Competência (4) Contabilidade Ambiental (4) Contador (4) Contingências (4) Cultura Organizacional (4) Declaração IR 2013 (4) Declaração IR 2016 (4) Denúncia (4) Distribuição de lucro (4) Distribuição dos Royalties (4) Economia Mundial (4) Economia americana (4) Economia da america do sul (4) Empregada Doméstica (4) Fundo Soberano do Brasil (4) IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) (4) Insolvência (4) Instituições Financeiras (4) Juros e multas (4) Network (4) Normas internacionais (4) Novo Refis (4) Plano Collor (4) Portfólio (4) Previsões (4) Princípios Contábeis (4) Propriedade intecletual (4) Psicologia Econômica (4) Qualidade de Vida (4) Remuneração (4) Renda (4) Renda Fixa (4) Reuniões (4) Risco Sistêmico (4) Seguros (4) Superávit (4) Tecnologia da Informação (4) cartão de crédito (4) Análise (3) Análise Crédito (3) Análise de Estrutura (3) Análise de Regressão (3) Apps (3) Balanço Social (3) Board Interlocking (3) CND - Certidões Negativas de Dèbito (3) COACH (3) Capital de Giro (3) Cheque (3) Comparabilidade (3) Complexidade (3) Conformidade (3) Contratos (3) Correção Monetária (3) Crise na Grécia (3) Cultura (3) Custo da Educação Básica (3) Custo de Capital Próprio (3) Declaração IR 2014 (3) Desigualdade Social (3) Dia do Contabilista (3) Distribuição de Renda (3) Déficit (3) Dívida Pública Federal (3) Ebtida (3) Ensino Contabil (3) Estudos de Eventos (3) Gerentes Financeiros (3) Gestão Econômica (3) Gestão Financeira (3) Gestão de projetos (3) Golpes (3) IBGE (3) IR 2013 (3) IRRF 2012 (3) Idéias (3) Inadimplência (3) Incerteza (3) Inteligência Emocional (3) Joint Venture (3) Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO (3) Leis e Resoluções (3) Mestrado (3) Microcrédito (3) Moeda (3) NF_Eletrônica (3) Networking (3) Pesquisa (3) Plano Bresser (3) Planos Econômicos (3) Provisões (3) Riqueza (3) SAT (3) STF (3) Sistema Monetário Internacional (SMI) (3) Tabela de IR 2015 (3) Teoria Institucional (3) Tesouro Direto (3) competitividade (3) decisão (3) Índice Big Mac (3) Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) (3) 19º Congresso de Contabilidade (2) Administração do Negócio (2) Agroindustria (2) Agência de Risco (2) Ajuste (2) Aniversário (2) Análise Econônica e Financeira (2) Arbitragem Estatistica (2) Associativismo (2) Ativo Imobilizado (2) Ativos Ambientais (2) Auditoria Governamental (2) Auto-estima (2) BOVESPA (2) Balança Comercial (2) CEF (2) CFO (2) Caixa dois (2) Ciclicidade (2) Ciclos Econômicos (2) Clima Organizacional (2) Cognição (2) Compliance (2) Compras (2) Congresso mundial de contabilidade (2) Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) (2) Conselho de Administração (2) Contabilidade Orçamento (2) Contas Públicas (2) Cooperativas (2) Copa 2014 (2) Crédito Imobiliário (2) DIPJ 2009 (Declaração de Informações Econômico Fiscal da Pessoa Jurídica) (2) DVA (2) Dedicação (2) Depósito Judicial (2) Dieese (2) EMpreendedorismo Social (2) Economia Colaborativa (2) Eleições CRC/CFC (2) Empreendedor Interno (2) Empréstimos (2) Equivalência Patrimonial (2) Escolha (2) Evidenciação Ambiental (2) Felicidade (2) Feliz Ano Novo (2) Filtro de Kalman (2) Financiamento Imobiliario (2) Financiamento de Campanha (2) Fornecedores (2) Fundo Imobiliario (2) Fundo de Investimento (2) Fundos (2) Fundos de Índice (2) Gestão Baseada no Tempo (2) Goodwill (2) Governança Pública (2) História (2) IRPF 2011 (2) Impairment (2) Incorporações (2) Index Tracking (2) Indexador (2) Infraestrutura (2) Inteligência Competitiva (2) Intraempreendedor (2) Investigação (2) LENIÊNCIA (2) Lei de Acesso à Informação (2) Lei de Falência (2) Lobbying (2) Manobra contabil da Petrobras (2) Medidas de Desempenho (2) Mensalão (2) Modelo Fleuriet (2) Modelo Markov Switching (2) Modelo Ohlson (2) Modelo de GARCH (2) Modelos de Previsão (2) Moedas Comemorativas (2) Moratória (2) NBC (2) O Coeficiente de Gini (2) Olimpiadas 2016 Rio de Janeiro (2) Operação Lava Jato (2) PMES (2) PNAD (2) POISON PILLS (2) Padronização (2) Parcelamento de debitos das empresas optantes do simples (2) Partidos politicos (2) Perícia (2) Pesquisa em Contabilidade (2) Plano de Negócio (2) Pobreza (2) Política (2) Poupança (2) Prestação de conta - Eleições 2012 (2) Racionalidade (2) Real (2) Receita cobra IR e INSS de sócio por quotas de serviços (2) Relatório Gerencial (2) Risco Brasil (2) S.A. (2) SIG - Sistema de Informações Gerenciais (2) STJ (2) Salário do STF (2) Secretaria da Micro e Pequena Empresa (2) Sistema de Controle Gerencial (2) Solvência (2) Stakeholders (2) Sucesso (2) Tax Avoidance (2) Teoria Marxista (2) Teoria da Contingência (2) Teoria das Restrições (2) Teoria do Prospecto (2) Teoria do Trade-off (2) Teoria dos Jogos (2) Terceiro setor (2) Trabalho (2) Trabalho Escravo (2) União (2) Valor percebido pelo cliente (2) Valores (2) Value Relevance (2) eSocial (2) empreendedorismo Criativo (2) gestão de pessoas (2) (OEA) Operador Econômico Autorizado da Aduana Brasileira (1) 12º Encontro Brasileiro de Finanças - 2012 (1) 13º salário (1) 18th World Congress of Accountants (1) 1º Congresso UnB de Contabilidade e Governança (1) 2013 Ano da Contabilidade (1) 5ª Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente (1) ANEFAC (1) APIMEC (1) Accruals (1) Accruals Discricionários (1) Administração Econômica (1) Administração do Governo Lula II: Empresas de Classe Mundial (1) Administração no Governo Lula III - O Fim da Âncora Cambial (1) Administre sua casa como uma empresa (1) After-Market (1) Agorismo (1) Agronegócios (1) Americanos Não Aprendem Com Seus Erros (1) Amortização (1) Analise Estilo (1) Analise de Dados (1) Analistas terão relatórios vigiados mais de perto (1) Anbima premia três dissertações (1) Aniversário do blog Contabilidade Financeira (1) Anomalias (1) Antônio lopes de Sá (1) Anuidades (1) Análise Fundamental (1) Análise Temporal (1) Análise da Viabilidade Econômico-Financeira (1) Análise de Cenários (1) Análise de Sentimento (1) Análise de Valor (1) Aplicativo (RECEITA FEDERAL) Pessoa Física para smartphones e tablets (1) Aplicação Financeira (1) Apropriação Indébita (1) Arrecadação (1) Arte (1) Assédio Moral (1) Atendimento (1) Ativos Financeiros (1) AudioLivro (1) BB amplia prazo de pagamento de linha para micro e pequenas empresas (1) BCE - Banco Central Europeu (1) BIS (1) BRICS (1) Balança comercial mensal julho - 2009 (1) Balanço trimestral (1) Banco Rural (1) Bancos Comunitários (1) Benefício de Assistencia Judiciária (1) Big Bath (1) Big Data (1) Black Friday (1) Boletim de Finanças Públicas de Estados e Municípios (1) Bond Spread (1) Bootstrapping (1) Branding (1) COAF (1) CPC 32 (1) CVM divulga nesta semana novas regras para empresas (1) Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (Ceis). (1) Cadastro Positivo (1) Cadeia de Suprimentos (1) Cadeias Markov (1) Caixa (1) Caixa tem lucro de R$ 870 milhões (1) Capital Bancário (1) Capital Fictício (1) Capital Regulatório (1) Capitalismo (1) Captação de Recursos (1) Cartel (1) Causalidade Reversa (1) Causalidade de Granger (1) Centralidade de Grau (1) Certificação Digital (1) Cesta Básica (1) Charles T. Horngren (1) Cheque Legal (1) China (1) Circulante (1) Ciência Atuarial (1) Clusters (1) Coeficiente Beta (1) Comercio Exterior (1) Comissão Mista de Orçamento (CMO) (1) Companhias mais abertas (1) Comportramento (1) Compulsório (1) Comércio Internacional (1) Concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil (1) Conferência Crescer (1) Congresso USP de Controladoria e Contabilidade 2012 (1) Congresso USP de Controladoria e Contabilidade 2014 (1) Conselho Fiscal (1) Consolidação Proporcional (1) Consultor financeiro (1) Consultoria Contábil (1) Contabilidade Comportamental (1) Contabilidade Social (1) Contabilidade: até 2010 empresas devem adotar normas internacionais (1) Contas a Receber (1) Contas a pagar (1) Contas publicas paralelas (1) Contencioso (1) Continuidade (1) Controle Externo (1) Controle Interno (1) Cooperação (1) Corte na meta fiscal (1) Cotas (1) Credit Scoring (1) Crescimento do PIB no 2º semestre 2009 (1) Crime Financeiro (1) Crise e fábula dos contadores (1) Crowdfunding (1) Cursos (online) gratuitos (1) Custo das reservas vai a R$ 110 bi (1) Custos de Campanhas (1) DECORE (1) DSPJ Inativa 2013 (1) Dados Intradiários (1) Dados Longitudinais (1) Dados da Mortalidade (1) Dark Triad (1) Data Mining (1) DataViva (1) Decisões Operacionais (1) Defasagem (1) Defesa do consumidor (1) Delegar (1) Deloitte monta equipe para cuidar de "emergentes" (1) Demonstração Contábil (1) Demonstrações Contábeis (1) Depreciação (1) Desempenho Econômico (1) Desemprego (1) Determinantes para utilização de Hedge Accouting (1) Dia da Contabilidade (1) Dicas sobre extrato bancário (1) Direito Monetário Internacional (1) Direito do consumidor (1) Discentes (1) Disclosure de Guidance (1) Distribuiçõ de lucro (1) Diversidade (1) Diversificação (1) Doutorado (1) Dumping (1) Déficit em setembro de 2009 (1) Dívida Bruta (1) Dívida Pública Federal - Novembro 2009 (1) Dívida pública Federal referente ao mês de outubro de 2009 (1) Dívida pública federal - julho 2009 (1) E-book (1) EMPRESA INDIVIDUAL (1) ENECIC (Encontro Nacional de Estudantes de Ciências Contábeis) - 2014 (1) Econometria (1) Econometria Espacial (1) Economia Política (1) Economia Ricardiana (1) Economista (1) Editorial (1) Educação Fiscal (1) Efeito Contagio (1) Efeito Framing (1) Efeito LeBaron (1) Efeito Manada (1) Efeito do Crescimento de Ativos (1) Eleições 2014 (1) Eleições 2016 (1) Elogio (1) Emoções (1) Empowerment (1) Empreendedorismo Feminino (1) Empresa Familiar (1) Empresas correm para reduzir juros (1) Enabling (1) Endividamento (1) Ensino Médio (1) Equação Matemática (1) Equiilbrio interior (1) Equilibrio (1) Equilíbrio Nash (1) Era conceitual (1) Erros no registro do Empreendedor individual (1) Escolaridade (1) Estratégia de Investimento (1) Estresse Financeiro (1) Estrutura Conceitual (1) Estudo Biométricos (1) Evasão Fiscal (1) Exame de Qualificação Técnica (EQT) (1) Excel (1) Excelência (1) Exclusão da CSLL no cálculo do IR (1) FASB (1) FED (Banco Central dos EUA) (1) FGV (1) FIGARCH (1) Falência (1) Fatores Determinantes (1) Fatores de Risco (1) Feira do Empreendedor (1) Fiança (1) Filantropia (1) Financiamento Habitacional (1) Finanças Públicas (1) Fipe (1) Firma (1) Flexibilidade (1) Fluxo Capital (1) Frases (1) Fundação José Sarney (1) Fundo Garantidor de Créditos - FGC (1) Fundos Passivos (1) Futebol (1) Futurismo (1) Futuro da Economia (1) Férias (1) Gastos com pessoal devem aumentar em 2010 (1) Geopolítica (1) Gestor (1) Gestão Pública (1) Gestão de Fortunas (1) Habes Data (1) Habilidades (1) Harmonização (1) IAASB (1) IAS 12 (1) II Simpósio Nacional de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (1) IMPA (1) IPC (1) IPCA (1) IPEA (1) IR 2011 (1) IRFS (1) IRPF (1) IRRF 2019 (1) Imovel (1) Importação (1) Importação Paralela (1) Imposto de Renda (1) Improbilidade Administrativa (1) Incorporação invertida (1) Indústria (1) Ineficiência (1) Inelegíveis (1) Insider Trading (1) Instituições Bancárias (1) Integração de Mercados (1) Integridade (1) Intenção Comportamental (1) Internet (1) Jogos de Empresas (1) Jurídico (1) Just In Time (1) LaBITconf 2014 (1) Legalização de Empresas (1) Lehman Brothers (1) Lei 11.638/2007 (1) Lei Anticorrupção (1) Lei Complementar 167 de 2019 (1) Lei Geral da Microempresa (1) Lei da Arbitragem (1) Lei de Crimes Digitais (1) Lei de DiretrizesOrçamentárias - LDO (1) Lei de Newcomb-Benford (1) Lei de aluguel (1) Licitações (1) Liquidez Estrutural (1) Lista das 67 pessoas mais poderosas do mundo (1) Lucro dos médios cai 42% com a crise (1) MP (1) Manual de Contabilidade (1) Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (1) Mapas Cognitivos (1) Market Model (1) Market Share (1) Matemática Financeira (1) Materiais Valiosos (1) Maximização de Ganhos (1) Mensuração (1) Mercado Eficiente (1) Mercado Futuro (1) Mercado de Trabalho (1) Mercados Aquecidos (1) Microestrutura de Mercado (1) Microfinanças (1) Ministério da Micro e Pequena Empresa (1) Misvaluation (1) Modelo APARCH (1) Modelo Beta (1) Modelo VEC (1) Modelo de Alerta Antecipado (1) Modelo de Alta Frequência (1) Modelo de Jones (1) Modelos internos (1) Moeda Eletrônica (1) Moedas Sociais (1) Monitoramento (1) Método ABC (1) Método de Reconhecimento de Receita (1) Método de Valoração (1) Métodos Quantitativos (1) Mídia Financeira (1) Mídias Sociais (1) Natal (1) Neutralidade Tributária (1) Normalização (1) Normas Brasileiras de Contabilidade (1) Normas para ultilização de cheques (1) Normatização (1) Notas Explicativas (1) Novas Notas (1) Novo código comercial (1) Novo sistema da Receita que identifica erros nas declarações (1) O Bicho Vai Pegar em 2010 (1) O valor financeiro da confiança (1) OCPC (1) OMC (1) ORÇAMENTO BASE ZERO (OBZ) (1) Objetivos (1) Obrigações para as casas lotericas (1) Olimpiada de Contabilidade (1) Ombro-Cabeça-Ombro. (1) Operações de crédito (1) Oratória (1) Os novos Marajas (1) PIS_PASEP (1) PRONUNCIAMENTO TÉCNICO PME - CONTABILIDADE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS (PMES) (1) Palestra Alexandre Assaf Neto (1) Paradigma (1) Parcerias Público-Privada (1) Partidas Dobradas (1) Passivo (1) Patentes (1) Patrimônio Cultural (1) Pecking Order Theory – POT (1) Pensamento (1) Performance Financeira Corporativa (1) Perito Contábil (1) Petição Pública (1) Petróleo (1) Plano Real (1) Plano de Saúde (1) Poder (1) Poder Preditivo (1) Política Monetária (1) Portabildade de credito (1) Presidente Lula sanciona Decreto sobre o Sistema de Contabilidade Federal (1) Prestação de Conta - Eleições 2016 (1) Previdência Privada (1) Princípio da entidade (1) Prioridade (1) Proatividade (1) Processos (1) Procon (1) Produção Cientifica (1) Programa Validador e Assinador da Entrada de Dados para o Controle Fiscal Contábil de Transição (FCont) (1) Projeto Final de Mestrado (1) Projeção (1) Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 (1) Propósito (1) Prosperidade (1) Pré-crise (1) Psicologia Positiva (1) Qualidade (1) Qualidade das Informações Contábeis (1) RH (1) ROA (1) ROE (1) Ranking de Lucros (1) Rating de Crédito (1) Realidade (1) Recadastramento dos Profissionais da Contabilidade (1) Receita da Microsoft (1) Receita da União (1) Receita implanta novo sistema de controle de 'courier' (1) Receita inicia hoje blitz contra sonegação de grande empresa (1) Receita muda prazo para desistência de ação (1) Recessão (1) Redes de Negócio (1) Refis da Crise (1) Registro profissional (1) Regras de Bagagem (1) Regressão Descontínua (1) Regularidade Fiscal (1) Regulação (1) Relatório Mensal da Dívida Pública Federal (jan a maio) (1) Relatório de Auditores (1) Relatório de Estabilidade Financeira (1) Rentabilidade (1) Reportagem (1) Responsabilidade Fiscal (1) Restrições Financeiras (1) Resultado Mensal do Tesouro Nacional (1) Resultado da Dívida Pública Federal (jan a nov de 2010) (1) Resultado da Dívida Pública Federal (janeiro a abril de 2011) (1) Resultado do Tesouro Nacional (jan a maio) 2010 (1) Resultado do Tesouro Nacional (janeiro a novembro de 2010) (1) Resultado do Tesouro Nacional (janeiro e abril de 2011) (1) Resultado do Tesouro Nacional - Novembro de 2009 (1) Resultado do Tesouro Nacional Outubro de 2009 (1) Resultado do Tesouro Nacional setembro de 2009 (1) Resultado do Tesouro NacionalMaio de 2009 (1) Resultado do tesouro nacional agosto de 2009 (1) Resultado do tesouro nacional junho de 2009 (1) Risco Operacional (1) Risco de Liquidez (1) Risco de Mercado (1) Risco de maior informalidade (1) SECURITIZAÇÃO (1) SIAFI (1) STJ edita dez súmulas sobre matérias tributárias (1) Salário (1) Sarbanes-Oxley (1) Sazonalidade (1) Sebrae (1) Seguro de Vida (1) Seletividade (1) Serasa (1) Showrooming (1) Sigilo Bancário (1) Sinais de Desmotivação (1) Sincronicidade (1) Sindicatos (1) Sistema de Contabilidade Federal (1) Sistema de Controle Interno (1) Sistemas Complexos (1) Smart Money (1) Social Disclosure (1) Stand By Me (1) Startup Stay (1) Supervisão das firmas de auditoria (1) Séries Históricas (1) Sócio-Econômico (1) TRATAMENTO CONTÁBIL DOS TRIBUTOS SOBRE O LUCRO (1) TSE (1) Tabela Price (1) Tabela de IR de 2011 (1) Tabela de IR de 2014 (1) Tabela do IR 2010 (1) Tabela do IR 2013 (1) Talento (1) Tangibilidade (1) Tarifas (1) Taxa de juros ao consumidor (1) Teoria Contingencial (1) Teoria Unificada de Aceitação (1) Teoria de Lewin (1) Teoria do Comportamento Planejado (1) Teoria dos Stakeholders (1) Teste de Chow (1) Thomas Piketty (1) Toxicidade (1) Trabalho Industrial (1) Trade-off Theory – TOT (1) Transformação Digital (1) Tratamento Multivalorados (1) Trem Bala (1) Tribunais de Contas Regionais (1) Truste (1) Tsumani no Japão (1) Twitter (1) Tábua de Mortalidade (1) Técnico de Contabilidade (1) Títulos da Dívida Pública (1) UEP (1) Underreaction (1) União Europeia (1) Valor de Risco (1) Valuation (1) Verba Indenizatória (1) Vies comportamental (1) Visão Baseada em Recursos (VBR) (1) Vocação (1) X PROLATINO (1) XIV Encontro Brasileiro de Finanças (1) cartilha com um estudo dos empreendedores digitais brasileiros (1) cartilha de câmbio (1) crise financeira (1) modelo de Heligman & Pollard (1) pílulas de veneno (1) volatilidade condicional (1) Índice Mundial de Progresso (1) Índice T (1) Índice de Sharpe (1) Índice de Transparência (1)

Arquivo do blog